9 de dez de 2016

Expectativa Excessiva = Frustração


No theta healing, aprendi a dar comandos.
A princípio me encantei. Adorava dar comandos para afastar os pombos que usavam o muro de casa como banheiro, dar comandos para o sistema do banco voltar, dar comandos para transformação da minha realidade, porque era só dar o comando e a coisa acontecia num passe de mágica, até que um dia dei o comando para ganhar um carro que o supermercado estava sorteando no fim de ano e não ganhei. Daí percebi que nem sempre os comandos funcionavam, mesmo estando em estado theta. Claro que não ganhei o carro, eu tinha a crença de que não tinha sorte e ganhar um carro era sorte demais. Não percebi que foi esse sentimento que não deixou ganhar no sorteio. E fiquei frustrada.  Engraçado como a frustração tem o poder de brecar o nosso entusiasmo, não é mesmo?  

A expectativa num determinado resultado causa frustração. Não é o fato em si. Se eu não tivesse tanta expectativa, não me frustraria – e nem você.  Bom seria se nós não tivéssemos tantas expectativas, sobre nada, nem no positivo e nem no negativo... Mas não, naturalmente temos expectativas no melhor e quando esse “melhor” não acontece, ah que balde de água fria... Tem gente que vira bicho e outras mais tranquilas sequer sofrem.

O que quero dizer é que ninguém é responsável pelas nossas expectativas. NINGUÉM. Se eu tenho uma expectativa, ela é minha. Se o outro vai responder as minhas expectativas é outra história.
Então caros amigos, se for para ter expectativas, melhor não depositar em algo que esteja fora do seu controle.

O outro pode ser importante para nos ajudar a sair de alguma situação que não estamos conseguindo sozinhos, mas ele não pode ser responsável de COMO nós iremos nos sentir e nem poderá fazer o que é da nossa responsabilidade. O outro pode dar o melhor dele no processo, mas se nós não fizermos a nossa parte, gastamos tempo e energia à toa.

Que a Inteligência Superior nos permita alinhar as nossas vidas com a nova energia sem tantos desconfortos... Se isso for possível, é isso que desejo para todos nós. 2017 já bate à nossa porta e que seja abençoado!!!

Estou atendendo normalmente, aqui não há recesso de fim de ano 😉
Se precisar qualquer informação,  entre em contato através do email: lefani@gmail.com

Boas Festas!!!  

Gratidão, Paz e Luz
Eu Sou Rosângela Matsushita
Terapeuta Akáshica a serviço do Bem Maior
Este texto foi escrito por Rosângela Matsushita
Se for compartilhar, por gentileza dê os créditos

.

 


15 de nov de 2016

REFLEXOS | Um aprendizado e tanto


A vida é mesmo fantástica!
Nada que acontece no meu mundo é culpa ou mérito do outro. É sempre o reflexo do meu interior.
Se vejo o belo no outro, é porque eu tenho o belo em mim.
Se vejo o mal no outro, é porque eu tenho o mal em mim.
O meu julgamento sobre o outro não é sobre o outro. É sempre baseado naquilo que tenho dentro de mim. 

Se eu critico demais o outro, é porque não aceito aquele aspecto que estou criticando e como eu não consigo ver que o problema está em mim, a vida coloca um espelho na minha frente como quem diz: Está vendo a atitude de fulano que você tanto critica? Você faz igualzinho! 
Se eu tiver a consciência dessas minhas sombras, vou ser capaz de aceitá-las ao invés de repudiá-las.

Se engana quem pensa que não tem o seu lado sombra, aquele nosso lado que não aceitamos e temos até vergonha de admitir que temos. Estamos todos no mesmo barco. A diferença está apenas na forma como lidamos com os nossos conteúdos internos.  

Aquele que mais aponta os erros alheios, é o que não consegue ver os próprios defeitos. É uma pessoa que não consegue lidar com as suas sombras. 
A vida nos dá a chance de acolher o nosso lado "feio" e o meio que ela encontrou é colocando pessoas e situações que nos incomodam, aprender por meio delas a nos aceitar como nós somos, perfeitos em espírito, mas ainda engatinhando nesse plano humano, e não criticando ou julgando os atos dos nossos semelhantes como se nós fossemos seres humanos perfeitos e imaculados.

Quantos espelhos a vida tem colocado diante de você? 
Tem coragem de olhar o que vê refletido?
É meus amigos, quem tem olhos que veja...



Gratidão, Paz e Luz
Eu Sou Rosangela Matsushita
Terapeuta Akáshica a serviço do Bem Maior
Este texto foi escrito por Rosangela Matsushita
Se for compartilhar, por gentileza dê os créditos
.

23 de out de 2016

Pedido aos que fizeram a Leitura do Registro Akáshico


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Bem amigos, hoje estou escrevendo para pedir a quem ainda não fez o download da gravação da leitura do Registro Akáshico, que o faça, pois estou esvaziando a nuvem (OneDrive e Google Drive), ok? Estou precisando de mais espaço.

Era isso queridos, precisando de qualquer informação sobre os atendimentos escreva para o email: lefani@gmail.com

Não estou conseguindo atualizar o blog como gostaria, mas logo logo estou de volta, aguardem!

Gratidão, Paz e Luz
Eu Sou Rosângela Matsushita
Terapeuta Akáshica a serviço do Bem Maior

.

19 de ago de 2016

Problemas amorosos? Relaxa...


Deixa pra lá...
Amanhã é outro dia e com mais calma as coisas vão se ajeitando...

Relacionar-se é necessário. Faz-nos crescer em todos os sentidos, tem seu lado bom e gostoso, e é sempre cheio de surpresas, tanto boas como não tão boas assim.

Sem dúvida o que mais pesa na nossa vida, são os relacionamentos íntimos/amorosos.
Temos vontades. Não gostamos de ser contrariados.
Nem sempre somos tratados como queremos ou amados como sonhamos.

Se você está passando uma fase difícil com seu parceiro/a, respira fundo, saiba que você e a grande maioria das pessoas também estão, ou estarão um dia.  Alguns superam com mais facilidade e outros demoram mais um pouco.

Alguns irão abandonar o barco e navegar em outros mares. Vai parecer um pouco melhor no inicio, mas com o tempo vai ver que algumas arestas precisarão ser aparadas e poderá se machucar, faz parte.

Não existe culpado e nem vítima. Quando duas pessoas se comprometem, a responsabilidade de manter a harmonia é de ambos. Não temos os parceiros que temos à toa.

Enaltecer as qualidades do parceiro é melhor do que apontar os seus defeitos, afinal nós também não somos tão fáceis de lidar como pensamos.

Respira fundo e prossegue sem perder a dignidade.
Graças à Deus, tudo passa e amanhã é outro dia.

Gratidão, Paz e Luz
Eu Sou Rosângela Matsushita
Terapeuta Akáshica a serviço do Bem Maior
Este texto foi escrito por Rosângela Matsushita
Se for compartilhar, por gentileza dê os créditos

.

1 de ago de 2016

Pré-ocupações - Uma doença do mental coletivo.


O futuro é uma probabilidade que está sempre mudando. Existem infinitos resultados sobre o mesmo assunto, basta um pensamento ou sentimento para mudar todo contexto de um futuro provável. Penso que o futuro seja na verdade apenas uma expectativa sem prazo de validade.

Nós fazemos o nosso caminho e nada acontece antes do tempo. Esse tempo é o tempo do nosso espírito. Algumas pessoas podem até dizer que estão postergando, mas mesmo o postergar tem algum propósito.

Só saberemos que caminho seguir quando o momento certo de agir chegar. E quem sabe o momento certo? Só você! Tudo que você fizer, será o apropriado, mesmo que aparentemente a decisão pareça ter sido errada. Você precisou daquela experiência por algum motivo.

As vezes somos a pedra no caminho do outro e as vezes o outro é a pedra no nosso caminho. Tropeços são inevitáveis, e mesmo assim, está tudo certo, todos nós estamos aprendendo alguma coisa. Por enquanto, ainda não conseguimos a iluminação ou despertar total da consciência, por mais evoluídos que possamos parecer, no fundo ainda temos muito que aprender.

Tudo seria muito mais fácil se tivéssemos essa compreensão, revoltaríamos menos, seríamos menos medrosos e seríamos mais pacíficos. Reconheceríamos os sinais, momento de agir, momento de recuar, semeadura, germinação e colheita.

Eu não sei o que o ilusório futuro me reserva. Estou aprendendo que não vale a pena perder tanta energia pensando sobre, pois vivemos um dia de cada vez, é como beber água e respirar, só conseguimos fazer uma coisa de cada vez, não é mesmo?  

Não sei o que acontece no mental coletivo, a energia não está nada boa. Uma escorregada e já somos sugados para este campo. É preciso prestar atenção, pois entramos nesse campo sem perceber.
Que tal tentar crer nas coisas boas da vida, ao invés de perder tanta energia com as pré-ocupações?


Gratidão, Paz e Luz
Eu Sou Rosângela Matsushita
Terapeuta Akáshica a serviço do Bem Maior
Este texto foi escrito por Rosângela Matsushita
Se for compartilhar, por gentileza dê os créditos

.